Maria Luiza Póvoa Cruz & Advogados Associados

guarda compartilhada

Ao jornal O Popular, advogada Maria Luiza Póvoa Cruz comenta sobre a litigiosidade na guarda compartilhada

A guarda compartilhada, considerando os processos litigiosos que dificultam a definição sobre a responsabilidade dos pais quanto a criação dos filhos, foi tema de entrevista concedida ao jornal O Popular pela sócia-fundadora do escritório MLPC e Advogados Associados, Maria Luiza Póvoa Cruz. “Esses são processos sofridos, desgastantes. E todos da família sofrem no decorrer desse processo”, [continue lendo]

Em artigo, Maria Luiza Póvoa Cruz esclarece aspectos da Lei da Guarda Compartilhada

As alterações e especificações advindas da nova Lei da Guarda Compartilhada, nº 13.058/2014, são assuntos abordados em artigo de autoria da advogada Maria Luiza Póvoa Cruz, sócia-fundadora do escritório MLPC e Advogados Associados. No texto, publicado no livro “Guarda Compartilhada”, a advogada, que preside em Goiás o Instituto Brasileiro de Direito de Família (Ibdfam-GO), explica situações como o [continue lendo]

ARTIGO: Planejamento familiar e patrimonial. Lições de Joelma e Chimbinha

Artigo publicado no Jornal O Popular, edição de 14/12/2015. Disputa pela guarda dos filhos, denúncias de violência, conflito pelo patrimônio. Indo para além das notícias publicadas na mídia, o divórcio de Joelma e Chimbinha tem muitas nuances importantes do ponto de vista do Direito de Família. O caso retrata comportamentos não recomendados e que, por si [continue lendo]

À revista Noivas e Festas, advogada Maria Luiza Póvoa Cruz comenta atualizações no direito de família

Jurista, que é sócia-fundadora do escritório MLPC e Advogados Associados, falou sobre temas como guarda compartilhada, união homoafetiva e multiparentalidade Guarda compartilhada, multiparentalidade e paternidade socioafetiva foram temas de entrevista concedida, nesta terça-feira (30/6), pela advogada Maria Luiza Póvoa Cruz à revista Noivas e Festas. Sócia-fundadora do escritório MLPC e Advogados Associados, a jurista comentou [continue lendo]